Vestimenta adequada para cada tipo de entrevistas

1 – Não desvie o foco da entrevista

A entrevista de emprego é o momento de avaliação das habilidades e competências do candidato. Você deve ser lembrado por aquilo que sabe fazer, pelo que pode desempenhar na empresa, e não pela sua aparência. “Evite uma exposição forte, com itens que desviem a atenção do entrevistador daquilo que qualifica você para o desempenho da função”, explica Bahi. Roupas com cores fortes, decotes, comprimentos estranhos ou muito informais vão fazer com que o recrutador perca o foco. Também é importante prestar atenção ao uso de bijuterias, acessórios e maquiagem em excesso.

O que é recomendado:

  • Roupas com cores suaves ou neutras (branco, bege, cinza, azul marinho, preto)
  • Roupas com modelagens clássicas (terno, blazer, tailleur, camisa e calça social)
  • Sapatos de cor escura
  • Sapatos sem salto ou com salto médio
  • Maquiagem leve

O que pode causar má impressão:

  • Cores fortes
  • Estampas marcantes
  • Decotes
  • Bijuterias, joias e acessórios em excesso
  • Roupas muito curtas
  • Sapatos muito altos
  • Maquiagem forte

2 – Adeque seu perfil

O melhor caminho para saber se sua roupa está adequada é conhecer o que vestem os profissionais da empresa onde você quer trabalhar, especialmente na função que está buscando. É comum encontrar empresas com diferentes estilos. Umas são mais formais, outras mais descoladas.

Depende muito da natureza do negócio, do estilo de gestão, do perfil de seus dirigentes. Se você quer ocupar uma vaga num setor onde todos usam jeans, vá para a entrevista usando jeans. Esqueça as roupas mais formais, mesmo que a empresa seja de grande porte.

Estilo formal:

  • Terno com gravata ou tailleur
  • Camisa e calça social
  • Blusa com saia de comprimento médio (até o joelho)
  • Vestidos com comprimento médio (até o joelho)

Estilo descolado:

  • Calça jeans
  • Camisa social ou polo
  • Blusas de cores e estampas leves
  • Vestidos de comprimento médio (até o joelho)

3 – Atue como “vendedor” da sua imagem

Bahi destaca que os candidatos devem entender que eles são vendedores de si mesmos. A entrevista é o momento de mostrar o seu valor. Escolha uma roupa que lhe dê segurança na hora de se apresentar, que combine com a sua personalidade.

Sua imagem conta muito sobre quem você é e como se relaciona com o mundo. As roupas são ferramentas de comunicação. Não esqueça! Na hora de revelar o seu produto, seja marqueteiro. Pense no conteúdo sem esquecer do anúncio, da embalagem, do mercado.

4 – Não esqueça o básico

Nunca é demais reforçar que o corte de cabelo, o comprimento da barba, das unhas, o estado das suas roupas e sapatos compõem uma parte muito importante da sua imagem. Não adianta apresentar super bem as suas habilidades se sua camisa estiver manchada e se o botão que fecha a gola da blusa estiver descosturado. O olho do recrutador será diretamente atraído para este seu “ponto fraco”, funcionando como um ímã para aquele lado que você não quer mostrar.

Higiene, asseio e cuidado pessoal também mostram traços de sua personalidade. Se você não cuida bem da sua aparência e das roupas que usa, como vai passar uma imagem de responsabilidade para assumir um cargo? Pense nisso. Encare bem o espelho e revise os detalhes do traje que escolheu antes da entrevista.

5 – O astral também conta

Você identificou o perfil ideal para a vaga, buscou uma roupa legal no armário, checou cada detalhe no espelho. Beleza! Então dedique um tempinho para checar o seu astral. “A aparência de um profissional competente e bem sucedido passa também pelo entusiasmo do candidato”, lembra Bahi. A roupa adequada para a entrevista funciona ainda melhor se você se posicionar de forma positiva e segura, com a confiança de que você é o candidato perfeito para a vaga.



Deixe uma resposta