Definir metas é um componente fundamental para o sucesso profissional


Veja dicas para manter em mente quando você pensar em propor metas, quer sejam elas pessoais ou corporativas

Definir metas é um componente fundamental para o sucesso profissional, no longo prazo. A razão básica para isto é que ninguém pode chegar onde pretende sem, antes, definir claramente onde é este lugar.

Metas nos ajudam a nos concentrarmos e a  alocarmos o nosso tempo e recursos de forma eficiente. Elas também tem o efeito de nos manter motivados quando sentimos vontade de desistir.

No âmbito das equipes, as metas deixam claro para os funcionários o que é esperado deles, restando pouco espaço para as pessoas se esconderem por trás da cortina de expectativas não especificadas. Ou seja, elas possibilitam que as pessoas sejam cobradas por algo que sabiam que teriam que fazer.

Mas o melhor, é que quando são alcançados, os resultados se traduzem em um sentimento de sucesso coletivo que, por sua vez, cria um clima de mais motivação e produtividade.

Aqui estão algumas orientações úteis para manter em mente quando você pensar em propor metas, quer sejam elas pessoais ou corporativas:

1 . Certifique-se de que são viáveis e específicas. Você deve ser capaz de visualizar e  compreender o resultado que espera obter. Os atletas usam a visualização para ajudá-los a alcançar o sucesso. Ao visualizar o seu sucesso com muita atenção aos detalhes, você está preparando-se e certificando-se de dar os passos necessários para chegar lá.

É de muito pouca utilidade definir como meta a aprovação no vestibular. Em que curso? Qualquer curso? Qual o ganho que se obtém com esse tipo de resultado? Ao definir esse tipo de meta, determine qual a carreira que lhe interessa e, então, foque suas energias nesta direção.

Quanto à viabilidade, também será igualmente inútil mirar em um curso muito concorrido, se você não está preparado para a concorrência. Faça uma análise de suas possibilidades e mire em um objetivo possível.

2 . Certifique-se de que o objetivo é mensurável. Tentar alcançar um sentimento (como ser feliz) ou uma realização ambígua não lhe possibilitará nenhuma maneira de medir o seu sucesso. Sempre que possível, tente quantificar os resultados que você está esperando, em percentuais, recursos financeiros ou tempo.

Isso permitirá que você meça o que você conseguiu e reajuste suas metas, caso necessário. Como exemplo, cito o caso das pessoas que se auto-determinam a meta de emagrecer. Quantos quilos? Em quanto tempo? De nada adianta apenas querer entrar naquela roupa, não é mesmo?

3 . Certifique-se de que o objetivo está em suas mãos . Isto significa que você deve ser capaz de atingir a meta , como resultado de seu próprio trabalho duro e determinação, ou com a ajuda voluntária de alguém que já faz parte de sua rede.

Se você não tem nenhum controle sobre o resultado, não se comprometa.  Então, nada de garantir que os “outros” farão alguma coisa.

4 . Certifique-se de que as metas façam sentido em conjunto, sejam complementares. E aí vai um clássico exemplo da administração: não podemos querer aumentar a lucratividade e o volume de vendas ao mesmo tempo.

No plano pessoal, seria o mesmo que desejar aprovação em um concurso concorrido ao mesmo tempo em que se pretenda maior dedicação à família. Em ambos os casos, uma meta exclui a outra.

5 . Não superestime a sua capacidade. Temos que admitir que algumas metas são de longo prazo, mesmo que queiramos muito atingi-las.

Saber dimensionar o quanto conseguimos nos aproximar dela, em cada período de planejamento,  é uma qualidade admirada.  Tentar “forçar a barra” pode ser estressante para você e para sua equipe.

6 . Seja flexível.  Avalie o seu progresso periodicamente e, se necessário ajuste o seu plano de ação. Afinal, pode ser que você encontre  obstáculos em seu caminho para alcançar seus objetivos, mas não desista. Em vez disso, esteja disposto a alterá-los para atender às suas novas necessidades.

Não se torne rígido no cumprimento de algo que não é mais relevante para você ou sua empresa apenas porque consta do planejamento original ou se transformou em um capricho pessoal, uma questão de honra. Às vezes saber quando desistir ou mudar de marcha é muito importante.

7 . Hierarquize as metas por seus prazos. As metas de longo prazo devem ser subdivididas em metas de médio e curto prazo. O  longo prazo pode levar cerca de três a cinco anos para alcançar , enquanto que metas de curto prazo podem levar de alguns meses a um ano ou dois.

A coisa funcionaria assim:  vamos supor que você pretenda se transformar em um maratonista. A depender do seu preparo físico atual essa pode ser uma meta de longo prazo. Antes de alcançá-la, entretanto, você terá que fixar alvos mais próximos, ou seja, começar a andar, começar a correr e, depois, paulatinamente, correr distâncias cada vez maiores até atingir os 42 km.

Tenha cuidado, entretanto, para não se descuidar neste processo e transformar o seu longo prazo em dez anos. A disciplina é fundamental!

8 . Certifique-se do que você realmente quer. As metas devem ser emocionalmente gratificantes.  Certificar-se de que você realmente quer alcançar os objetivos que você definiu vai fazer você se esforçar mais quando a estrada ficar difícil.

Como um empregador você pode motivar a sua equipe adicionando incentivos que são pessoalmente significativos para seus empregados. Para tornar-se comprometido com uma meta, é preciso acreditar em sua importância ou significado.

9 . Anotar. Uma meta escrita representa um compromisso real . Compromisso é o que separa os nossos sonhos de nossos objetivos. Mantenha uma cópia de seu plano de meta à vista e se refira a ele com frequência.

Pesquisadores da Harvard Business School estudaram o que fez a diferença no sucesso ou fracasso para pessoas de origens e padrões educacionais semelhantes.

Seus estudos descobriram que  apenas 3% dos entrevistados  foram bem sucedidos e o que os ajudou  é que eles escreveram metas específicas quanto ao que desejavam.

O segredo por trás da iniciativa é o desenvolvimento de hábitos e estratégias de apoio ao cumprimento de metas claras .

10 . Definir as metas em conjunto. A fim de aumentar a motivação, os funcionários precisam ser autorizados a participar do processo de definição de metas.

É por isso que é importante mostrar aos funcionários como o seu objetivo particular contribui para o sucesso da organização. O truque é conseguir um equilíbrio entre dar aos funcionários a liberdade para decidir sobre suas metas e direcioná-los a cada passo do caminho.

Por fim, reconheça o desempenho e os ganhos obtidos e comemore muito o alcance dos resultados. As metas irão mantê-lo em seu melhor desempenho e devem ser uma parte consistente da sua rotina pessoal ou empresarial. Pense nisso! 

Profa. Dra. Carolina Spinola

Consultora da Área de Negócios da ValorH Consultoria e Professora Universitária. Administradora, Mestre em Administração e Doutora em Geografia, com ênfase em Desenvolvimento Regional